[ editar artigo]

A lógica dos relacionamentos afetivos hoje em dia

Como  estão os relacionamentos afetivos hoje em dia? É possível se relacionar com alguém para o resto da vida?

Os relacionamentos afetivos hoje em dia estão bem diferentes dos relacionamentos dos nossos pais e avós.

Mas o que mudou daquela época para cá?

Muitas coisas mudaram no que diz respeito a relacionamento afetivo. Hoje em dia  há uma fluidez das relações onde tudo acontece de forma muito rápida e fugaz. Lidar com a frustração de não ter o desejo correspondido pelo outro, também parece tarefa cada vez mais difícil, e para convivermos diariamente com alguém necessitamos ceder  em vários aspectos da vida cotidiana  e exercitar a tolerância.

Não  há mais a estabilidade que tínhamos antigamente com relação a emprego, moradia, família e esta lógica se estende para as relações. A velocidade com que tudo acontece atualmente é enorme e a lógica da sociedade de consumo, onde o que importa é a quantidade que consumimos as coisas, também se estende para os relacionamentos.

Atualmente o que importa é a relação, e o quanto de felicidade estamos obtendo da mesma. Prevalece a idéia que ao entrar num relacionamento, este tem que nos agregar de alguma maneira, e a partir do momento que não nos agrega mais, podemos terminá-lo. Atrelar a busca da felicidade em uma relação  é algo novo, pois antigamente casávamos e mesmo que o relacionamento não estivesse mais satisfatório, mantínhamos até o final de nossas vidas.

E aí cabe a pergunta, todas estas mudanças no cenário das relações foram positivas, negativas, ou há fatos positivos e negativos no mesmo?

Qual a sua opinião?

Aprimore Psicologia
Ler matéria completa
Indicados para você